19 de novembro de 2016

»Os Segundos Salemianos

The Second Salemers
A Sociedade Filantrópica de Nova Salem, abreviada como SFPS, também conhecida como os Segundo Salemianos, era um grupo americano No-Maj fanático que procurava expor e destruir a comunidade bruxa dos Estados Unidos. 

A organização se iniciou na década de 1920 e foram liderados por Mary Lou Barebone. Uma mulher que adotava crianças órfãs e as usava para distribuir cartazes. Em dezembro de 1926, eles realizaram uma manifestação em apoio do senador Henry Shaw Jr, presumivelmente para tentar levá-lo a apoiar as suas visões anti-bruxaria.

Localizados em Pike Street, Nova York, realizavam reuniões semanais às terças, quartas e domingos. Eles também publicavam e distribuíam um panfleto intitulado Lutando Contra Demônios Modernos.
Bruxas vivem entre nós!
Os membros da Sociedade Filantrópica de Nova Salem podem ser de ascendência Purgante. Os Purgantes eram um grupo de bruxos mercenários que fizeram terror na América do Norte no século 17. Formados devido à falta de qualquer forma de governança mágica e aplicação da lei no Novo Mundo, os Purgantes começaram como uma combinação de grupo de vigilantes e serviço de caça de recompensas, rastreando os criminosos procurados e qualquer um para quem uma recompensa foi oferecida.

Com o tempo, tornaram-se cada vez mais corruptos e brutais, recorrendo à tortura e ao assassinato. Eventualmente, eles se envolveram em um verdadeiro tráfico de bruxos, e até mesmo transformaram inocentes No-Majs em puritanos de caça às bruxas em troca de ouro.
Alguns deles conseguiram escapar da justiça bruxa ao se casarem e se integrarem à sociedade No-Maj. Em vingança pelo seu exílio do mundo bruxo, eles incutiram em seus descendentes não mágicos uma crença permanente de que a magia existe e que bruxas e bruxos devem ser eliminados.

Sua bandeira mostra uma varinha sendo estalada sobre um grande incêndio, possivelmente uma referência tanto para a interrupção de práticas mágicas e os acontecimentos das bruxas de Salem.

0 Corujas:

Postar um comentário